segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Diário de um Magro

Essa é a meta! 0% de Gordura.
Não, não estou querendo virar danone! É que estou uma orca!
No inverno, com certeza, não me encontrarão por aqui, terei migrado com as jubartes de Abrolhos!

Ok, ok. Não estou tão imenso quanto digo, mas também não estou tão magro quanto me falam.
É engraçado, né? Ter umas gordurinhas a mais é um defeito que só a gente tem, acha que tem, sabe que tem, enxerga que tem. Para as outras pessoas, nunca estamos gordos o suficiente para que falem, nem os outros estão também para que falemos. Entendem? A gente sempre fala e ouve "você está ótimo!".
Então todo mundo está ótimo, é?
Balela! Conheço poucas pessoas além da Ana Hickman que estão ótimas...

Parece que isso tudo é muito fútil. Mas, antes fútil que feio e barrigudo! O único gordo que se deu bem, conquistou gente, o único gordo que as pessoas realmente gostaram, foi Buda. Não tenho a pretensão de sê-lo. Nem quero um dia ser convidado a estrelar "Free Willy III", "Velozes e Gordurosos", "Querida, Engordei as Crianças" ou pior, "A Roliça Rebelde".

Quero perder 3 toneladas.
Pensei em fazer como vi numa peça: tirar umas vísceras ou um par de costelas. Afinal, me responde: pra que preciso de tantos metros de intestino? Não vou fazer um varal com as tripas nem sou McGiver que um dia irá usá-los pra fazer uma corda pra fugir de uma fortaleza chinesa e de uma forma mirabolante salvar a vida e o mundo.
Ah, claro, e no final, terminar com a explosão da corda-intestino. Também poderia trocar uns ossos por próteses ósseas de plástico. O plástico, a eco-peste, leva séculos pra deteriorar-se e não tem osteoporose. Isso engana a balança, mas não engana o espelho...

Sei lá... vou num curandeiro, num macumbeiro, num açougueiro! Farei qualquer coisa...
Bom, quase qualquer. Não vou comprar o Ab Shape, Toner Shape, Total Shape, Shape Shape Baby. Nem o George Foreman Grill. Fala sério! Se aquilo fosse bom, o próprio George não estaria tão gordo!
Também não rola aquele aparelho que dá choques. Qualquer regime já é um tratamento de choque. Não precisa potencializar a coisa.

Fato: eu já cortei os refrigerantes, biscoitos, massas, algumas refeições, cortei o cabelo e as unhas, cortei chocolate por alguns períodos e pão por outros, cortei sorvete e "descortei", cortei batatonese, cortei as frituras, enfim, só não cortei os pulsos ainda; e nenhum grama foi perdido.

Sinceramente não sei em que maldito momento meu organismo resolveu que sou um urso polar e começou a acumular gordura pra hibernar!
Claro que eu não acho idéia hibernar... passar meses e meses dormindo, vivendo da própria gordura, queimando calorias sem fazer nenhuma atividade física, mas, embora esteja branquelo, de fato não estou da cor do verão nem da cor do pecado, eu não sou um urso polar e, portanto, não vou hibernar! Então dá pra parar de acumular banha? Quem disse que quero virar fornecedor de toucinho?! Quem inventou que quero entrar numa sauna e virar bacon defumado?!

Está difícil!
Já tentei dieta da água: deu sede, bebe água; deu fome, bebe água; pensou em algum mastigável, bebe água... E nem mulher grávida fez tanto xixi! Não perde-se muito peso, mas ninguém se desidrata nem morre por não fazer xixi. É um tipo de dieta que se alia a muita caminhada. Kilômetros e mais kilômetros resultantes do vai e volta ao banheiro pra fazer xixi.
E dieta do carboidrato, do tomate, só frutas, só verduras, e de inanição. Mas meu organismo me ignora!

Sim... Mea culpa, mea maxima culpa!
Eu confesso: tenho síndrome de estocolmo. É, aquele problema das vítimas que gostam do seu bandido. Mas eu amo comer! Adoro chocolates! Outros doces também! Enfim, toda quadrilha...
E não sou adepto de produtos light, diet, engordiet... Acho que essas coisas dão câncer. Não são de Deus.

Solução?
Não sei.. ainda não descobri.
Vou hibernar e, durante este tempo, tentar ter uma idéia, uma luz, chegar numa resolução definitiva. Claro, depois de beliscar alguma coisa, pois ninguém consegue pensar de barriga vazia.


(semi-verídico/semi-fictício - discussão light - censura livre)

Um comentário:

Cy mayer disse...

ahuahuahuahuahuahha
que coisa! meninu tu vai sumir!